SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número2Teste de porta-enxertos intergenéricos para marmeleiros em condições de viveiroViabilidade técnica e econômica da aplicação de água na cultura do feijoeiro comum (Phaseolus Vulgaris L.) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054versão On-line ISSN 1981-1829

Resumo

NIETSCHE, Silvia et al. Viabilidade dos grãos de pólen de flores de pinheira (Annona squamosa) em diferentes horários. Ciênc. agrotec. [online]. 2009, vol.33, n.2, pp.527-531. ISSN 1413-7054.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-70542009000200026.

No manejo do cultivo da pinha (Annona squamosa), a polinização artificial é uma prática preconizada para, obter maior pegamento dos frutos bem como uniformização do formato dos mesmos. Nesse sentido, conduziu-se este trabalho, com o objetivo de avaliar a viabilidade dos grãos de pólen de flores de pinheira em diferentes horários de coleta. O pólen foi obtido a partir de flores no estádio funcionalmente estaminada. Foram avaliados oito horários de coleta de pólen: zero hora, 1 hora, 2 horas, 3 horas, 4 horas, 5 horas, 6 horas e 7 horas da manhã. Foi utilizado meio de cultura padrão para germinação de pólen, com concentração de 10% de sacarose. As flores foram coletadas nos horários estabelecidos e os grãos de pólen foram retirados das anteras com auxílio de um pincel número 2 e em seguida inoculados em placas de Petri contendo o meio de cultura. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado com quatro repetições, sendo cada parcela experimental constituída por duas placas Petri. Foram contados 100 grãos de pólen por placa. Após 6 horas de inoculação, os grãos de pólen foram visualizados sob lupa. Foram considerados germinados os grãos de pólen que possuíam tubo polínico com tamanho igual ou superior ao diâmetro do próprio pólen. Não foram observadas diferenças significativas entre o horário de coleta dos grãos de pólen. A percentagem média da germinação variou de 46,75% a 53,62% dos grãos de pólen germinados.

Palavras-chave : Annona squamosa; manejo da polinização; germinação de pólen in vitro.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons