SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 issue2Calibration method applied to a moiré technique in experiments of mechanical archetypesDetermination of the harvest moment of Brachiaria brizantha cv. Marandu for ensilage prodution author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ciência e Agrotecnologia

Print version ISSN 1413-7054

Abstract

MEDEIROS, Maria Izabel Merino de  and  SOUZA, Luiz Carlos de. Associação deagentes patogênicos isolados emanálise microbiológica da água, coma presença de mastite clínica ou subclínica, em vacas de propriedades leiteiras da região de Cerqueira César - SP. Ciênc. agrotec. [online]. 2009, vol.33, n.2, pp. 580-585. ISSN 1413-7054.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-70542009000200034.

Objetivou-se, neste trabalho, pesquisar a relação entre os microrganismos patogênicos isolados e identificados em água utilizada na ordenha, com o isolamento e identificação dos mesmos em amostras de leite, de quartos mamários apresentando mastite clínica ou subclínica nas mesmas propriedades. Foram utilizadas 16 propriedades rurais leiteiras, escolhidas aleatoriamente, na região de Cerqueira César - SP, que utilizavam ordenha mecânica. A água utilizada na ordenha foi classificada em relação à presença de coliformes totais e fecais, como dentro dos padrões ou fora dos padrões de potabilidade humana. Nos resultados obtidos, 94% das amostras foram classificadas como fora dos padrões em relação a coliformes totais e fecais. Os microrganismos identificados foram: Escherichia coli (51%), Enterobacter spp. (25%), Enterobacter cloacae (8%) Edwardsiella tarda (8%) e Klebsiella oxytoca (8%). Em relação ao leite, foram analisadas 373 amostras provenientes de vacas em lactação, com mastite clínica (n=19; 5%) e subclínica (n=354; 95%). Os animais com mastite subclínica foram identificados pela contagem de células somáticas (CCS), utilizando-se o aparelho eletrônico (Somacount 300, Bentley), onde a média observada foi de 1.631 x 103 células/mL. Os principais microrganismos identificados foram: Staphylococcus aureus (30%), Corynebacterium bovis (23%) e Staphylococcus spp. (15%). Conforme os dados obtidos, os agentes coliformes encontrados na água, utilizada na ordenha, não estavam presentes nas análises das amostras de leite dos quartos mamários com mastite clínica ou subclínica das respectivas propriedades, demonstrando não haver associação entre a qualidade da água e a ocorrência de mastite.

Keywords : Bovinos; mastite; leite; microorganismos.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese