SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número3Faixas críticas de teores foliares de macronutrientes em mudas de cafeeiro (Coffea arabica L.) produzidas em tubetesFontes e proporção de material orgânico para a produção de mudas de cafeeiro em tubetes índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054versão On-line ISSN 1981-1829

Resumo

NUNES, Anísio da Silva et al. Fontes e níveis de salinidade na germinação de sementes de Crotalaria juncea L.. Ciênc. agrotec. [online]. 2009, vol.33, n.3, pp.753-757. ISSN 1413-7054.  https://doi.org/10.1590/S1413-70542009000300013.

Objetivou-se avaliar o efeito dos sais cloreto de cálcio (CaCl2), cloreto de sódio (NaCl) e cloreto de potássio (KCl) na germinação de Crotalaria juncea L. As sementes foram acondicionadas em caixas tipo gerbox, forradas com duas folhas de papel-filtro e umedecidas com as soluções-teste. Em cada tratamento foram utilizadas 200 sementes, dispostas em quatro repetições de 50 sementes. A indução do estresse salino foi realizada com soluções de NaCl, CaCl2 e KCl com potenciais osmóticos de 0; -0,4; -0,8; -1,2;-1,6 e -2,0 MPa. Foram realizadas avaliações de porcentagem de germinação, fitotoxicidade, tamanho de plântulas, matéria seca e IVG. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado, em esquema fatorial (3x5)+1, composto pelas três fontes salinas em cinco doses e uma solução- teste. O aumento da concentração de KCl provocou toxicidade, prejudicando o IVG, a porcentagem de germinação e o crescimento de plântulas de C. juncea, enquanto as concentrações de NaCl e o CaCl2 não interferiram significativamente na germinação das sementes e no vigor de plântulas.

Palavras-chave : Adubo verde; Crotalaria juncea; estresse; sal; vigor.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons