SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número3Influência do substrato e do tipo de fertilizante na aclimatação de mudas de bananeira 'Prata-Anã'Mapeamento preliminar de solos com horizonte B textural e B nítico na região de Lavras, MG índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054versão On-line ISSN 1981-1829

Resumo

DIGNART, Samantha Léa et al. Luz natural e concentrações de sacarose no cultivo in vitro de Cattleya walkeriana. Ciênc. agrotec. [online]. 2009, vol.33, n.3, pp.780-787. ISSN 1413-7054.  https://doi.org/10.1590/S1413-70542009000300017.

Cattleya walkeriana é uma das mais apreciadas orquídeas do mundo, possuindo grande valor ornamental. A micropropagação é uma importante ferramenta para reprodução dessa espécie. Pelos altos custos de produção através da micropropagação convencional, relacionados à perdas durante aclimatização e alto consumo de energia em salas de crescimento, objetivou-se com este trabalho avaliar estratégias alternativas no cultivo in vitro. Foram testados dois diferentes fatores, sendo eles luz (em sala de crescimento convencional, casa de vegetação com sombreamento de 50%, e casa de vegetação sem sombreamento) e concentrações de sacarose (0, 15 e 30 g.L-1). O material se constitui de plântulas previamente germinadas in vitro, em meio MS e cultivadas em sala de crescimento por 90 dias. Luz natural em casa de vegetação, resultou em aumento no número de brotos, na espessura foliar e na freqüência e diâmetro dos estômatos, e ocasionou diminuição do comprimento das plântulas e dos teores de clorofila. Um menor número de raízes e brotações foram formados na concentração de 15 g.L-1 de sacarose. A ausência de sacarose resultou em menores teores de clorofila. Pela análise dos resultados, foi possível concluir que o ambiente de cultivo altera as respostas de plântulas cultivadas in vitro e pode-se recomendar o uso da luz natural e redução nas concentrações de sacarose pela metade para a micropropagação de Cattleya walkeriana, observando-se a fase da propagação e os objetivos da mesma.

Palavras-chave : Orquídea; micropropagação; anatomia.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons