SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número4Eficiência relacionada à absorção e utilização de nitrogênio, fósforo e enxofre, em plantas de cafeeiros enxertadas, cultivadas em vasosIndicadores biológicos de qualidade do solo em diferentes sistemas de uso no brejo paraibano índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054versão On-line ISSN 1981-1829

Resumo

MUNIZ, Joel Augusto; AQUINO, Luiz Henrique de; SIMPLICIO, Eustáquio  e  SOARES, Antonio Rezende. Estudo do tamanho de parcelas experimentais em povoamentos de Eucalyptus grandis Hill , usando parcelas lineares. Ciênc. agrotec. [online]. 2009, vol.33, n.4, pp.1002-1010. ISSN 1413-7054.  https://doi.org/10.1590/S1413-70542009000400009.

Com o objetivo de determinar o tamanho ótimo de parcelas experimentais para Eucalyptus grandis Hill, estimou-se o coeficiente de regressão de Smith, através do método de Hatheway e Williams, para parcelas lineares, a partir de um ensaio em branco com seis anos de idade, instalado no município de Paraibuna, São Paulo. O método considerou as correlações entre as estimativas das variâncias usadas para estimação do coeficiente de heterogeneidade do solo, ponderando os logaritmos das estimativas das variâncias pelos elementos da matriz de informação. As estimativas das variâncias reduzidas à unidade básica foram obtidas através dos componentes de variância associados à análise de variância de um modelo aleatório em classificação hierárquica. O tamanho ótimo da parcela foi determinado considerando-se o número de repetições (r) necessário para se obter uma diferença de médias (d), fixada "a priori", a um nível de 80% pelo teste t com 5% de probabilidade, para 10 e 20 tratamentos, utilizando-se um delineamento em blocos casualizados. A estimativa do coeficiente de heterogeneidade do solo foi de 0,949, indicando que as parcelas adjacentes não se mostraram correlacionadas. Os resultados mostraram que, com os valores de d e r fixos, o tamanho da parcela aumenta com o aumento do coeficiente de variação (CV). Para CV e d fixos, o tamanho da parcela reduz com o aumento do número de repetições. Com CV e r fixos, o tamanho da parcela reduz com o aumento das diferenças reais entre médias de tratamentos.

Palavras-chave : Coeficiente de heterogeneidade do solo; tamanho ótimo de parcelas lineares; número de repetições; diferença ente médias.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons