SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.33 número4Qualidade de frutos de melão amarelo cultivado em casa de vegetação sob diferentes lâminas de irrigaçãoResposta de cultivares de trigo ao nitrogênio em relação às fontes e épocas de aplicação sob plantio direto e irrigação por aspersão índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054versão On-line ISSN 1981-1829

Resumo

MINUZZI, Andréia et al. Rendimento, teores de óleo e proteínas de quatro cultivares de soja, produzidas em dois locais no estado do Mato Grosso do Sul. Ciênc. agrotec. [online]. 2009, vol.33, n.4, pp.1047-1054. ISSN 1413-7054.  https://doi.org/10.1590/S1413-70542009000400015.

Neste trabalho, objetivou-se avaliar o rendimento, teores de óleo e de proteínas nas sementes de quatro cultivares de soja, colhidas em quatro épocas, produzidas em dois locais (Sidrolândia e Dourados) no Estado do Mato Grosso do Sul e em dois anos agrícolas (2004/05 e 2005/06). O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados com três repetições e tratamentos arranjados no esquema de parcelas subdivididas. As parcelas foram constituídas pelas cultivares de soja (BRS 133, BRS 206, BRS 239 e CD 202) e as subparcelas pelas épocas de colheita (R7 e 7, 14 e 21 dias após o primeiro período). Os dados coletados nos diferentes locais foram submetidos à análise de variância conjunta de parcelas subdivididas e, na presença de interação significativa, foram realizados os desdobramentos necessários para os dois anos agrícolas, separadamente. Avaliaram-se o rendimento de sementes e a determinação de óleo e de proteínas brutas. No ano agrícola 2004/05, em ambos os locais, as cultivares BRS 206, BRS 239 e CD 202 apresentaram as maiores produtividades. No ano agrícola 2005/06, houve diferença significativa entre locais e Sidrolândia obteve maior rendimento que Dourados, para as quatro cultivares avaliadas. O maior teor de proteínas foi observado na cultivar BRS 206 (35%) e o menor na cultivar CD 202 (31%). A cultivar CD 202 apresentou o maior teor de óleo (22%) e a cultivar BRS 206 foi a que apresentou o menor valor (18%).

Palavras-chave : Glycine max (L.) Merrill; produtividade; composição química; colheita.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons