SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 número2Deficiência nutricional em bastão-do-imperador (Etlingera elatior (Jack) R. M. Smith): efeito na produção de matéria seca e índices biométricosDoses, fontes e épocas de aplicação de nitrogênio em cultivares de arroz índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054

Resumo

SAMPAIO, Marcela Vilar et al. Deterioração físico-conservacionista da sub - bacia hidrográfica do Rio Ibicuí-Mirim - RS. Ciênc. agrotec. [online]. 2010, vol.34, n.2, pp.300-306. ISSN 1413-7054.  https://doi.org/10.1590/S1413-70542010000200005.

O presente trabalho trata do diagnóstico da deterioração físico-conservacionista realizado na Sub-bacia hidrográfica do Rio Ibicuí-Mirim, localizado no estado do Rio Grande do Sul. Em uma área que corresponde a 8.882,50 ha e foi dividida em 49 microbacias. A metodologia consistiu em determinar o coeficiente de rugosidade (RN), a partir das características físicas das microbacias e utilizá-lo para a distribuição das classes de aptidão de uso da terra. O diagnóstico da área mostrou que o nível de deterioração físico-ambiental na Sub-bacia do Rio Ibicuí-Mirim é de 30,16%. O estudo da aptidão do solo mostrou que 28,8% da área da sub-bacia tem vocação florestal, 32,5% para agricultura/urbanização, 28,6% para pastagem/urbanização e 10,1% para pastagem/floresta.

Palavras-chave : Coeficiente de rugosidade; deterioração ambiental; bacia hidrográfica.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons