SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 número4Qualidade física de um latossolo vermelho, perdas por erosão e desenvolvimento do milho em dois sistemas de manejoUso do rejeito da dessalinização de água salobra no cultivo da alface (Lactuca sativa L.) em sistema hidropônico NFT índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054

Resumo

MARCONDES, Eduardo Henrique Keller; SANTOS, João Bosco dos  e  PEREIRA, Helton Santos. Seleção de linhagens de feijoeiro com tipo de grão carioca e com os alelos co-4 e co-5 de resistência à antracnose. Ciênc. agrotec. [online]. 2010, vol.34, n.4, pp.975-982. ISSN 1413-7054.  https://doi.org/10.1590/S1413-70542010000400025.

Objetivou-se, neste trabalho, identificar linhagens de feijão que reúnam, além da resistência à antracnose, alta produtividade de grãos do tipo carioca e resistência à mancha angular. Foram utilizadas 194 linhagens F5:6 extraídas de sete famílias segregantes, selecionadas do cruzamento entre os genitores H147 e B1. A linhagem H147 possui grãos tipo carioca, portadora do alelo Co-5, que confere resistência a várias raças de Colletotrichum lindemuthianum. A linhagem B1 também possui grãos tipo carioca e é portadora do alelo Co-4, que confere resistência a outro grupo de raças do mesmo patógeno. As linhagens foram avaliadas na safra das águas 2005/2006, em Lavras, com a cultivar Talismã e H147 como testemunhas, com base na produtividade e tipo de grãos. Foram selecionadas 99 linhagens, as quais foram avaliadas na safra da seca/2006, juntamente com a testemunha Talismã, com base na produtividade, tipo de grão e resistência à mancha angular. Dessas 99 linhagens, foram selecionadas 24, as quais foram avaliadas na safra de inverno/2006 em Lavras e Lambari, com base no tipo de grão e produtividade. Essas 24 linhagens foram inoculadas com a raça 321 de C. lindemuthianum, que quebra a resistência conferida pelo alelo Co-4, mas não o Co-5. Para verificar a presença do alelo Co4 foi utilizado um marcador SCAR que amplifica um fragmento de 950 pb por meio do primer SAS 13. Foi possível identificar 14 linhagens que possuem a pirâmide de alelos Co-4/Co-5 e entre elas, quatro destacaram-se em todos os caracteres avaliados.

Palavras-chave : Phaseolus vulgaris; resistência; seleção; Colletotrichum lindemuthianum.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons