SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 número1Produção de biomassa de cana-de-açúcar em dois espaçamentos e duas frequências de cortesQualidade pós-colheita de caqui 'fuyu' com utilização de diferentes concentrações de cobertura comestível índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054

Resumo

PAIVA, Bernardo Reis Teixeira Lacerda; SOUZA, Paulo Estevão de; SCALCO, Myriane Stella  e  SANTOS, Leandro Alvarenga. Progresso da ferrugem do cafeeiro irrigado em diferentes densidades de plantio pós-poda. Ciênc. agrotec. [online]. 2011, vol.35, n.1, pp.137-143. ISSN 1413-7054.  https://doi.org/10.1590/S1413-70542011000100017.

Objetivou-se, no presente trabalho, avaliar o efeito de diferentes critérios para manejo da irrigação em quatro densidades de plantio, sob sistema de gotejamento na incidência e severidade da ferrugem do cafeeiro e avaliar a influência do enfolhamento na curva de progresso dessa doença. Conduziu-se, o experimento, em área experimental da Universidade Federal de Lavras MG, utilizando a cultivar Rubi MG-1192 com seis anos. O delineamento experimental foi em blocos ao acaso com quatro repetições. Os tratamentos foram constituídos por quatro parcelas representadas pelas densidades de plantio (convencionais e adensados): 2500 (4,0x1,0 m), 3333 (3,0x1,0 m), 5000 (2,0x1,0 m), 10000 (2,0x0,5 m) plantas ha-1, quatro subparcelas sendo: irrigações quando a tensão da água no solo atingiu valores de 20 e 60kPa; irrigações utilizando o manejo do balanço hídrico (calculado através do software IRRIPLUS), com turnos de irrigação fixos de três dias por semana e uma testemunha sem irrigação, perfazendo um total de 16 tratamentos. Cada subparcela foi constituída por 10 plantas, sendo consideradas como plantas úteis as seis centrais. Foram avaliadas a incidência e severidade da ferrugem e a porcentagem de enfolhamento das plantas de cafeeiros. Após análise estatística, os dados foram convertidos em área abaixo da curva de progresso da doença e do crescimento. Verificou-se que os critérios para manejo da irrigação influenciaram a curva de progresso do crescimento, porém, não interferiu na curva de progresso da incidência e da severidade da ferrugem. Os sistemas de plantios adensados favoreceram a incidência da ferrugem. Mas as densidades de plantio não interferiram no enfolhamento.

Palavras-chave : Hemileia vastatrix; sistema de plantio; irrigação; Coffea arabica.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons