SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.36 issue3Evaluation of antifungal activity of seaweed extractsQuantification of leaf greenness and leaf spectral profile in plant diagnosis using an optical scanner author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ciência e Agrotecnologia

Print version ISSN 1413-7054

Abstract

REIS, Aliny Aparecida dos et al. Análise do uso e ocupação da terra em Áreas de Preservação Permanente no município de Lavras, MG. Ciênc. agrotec. [online]. 2012, vol.36, n.3, pp. 300-308. ISSN 1413-7054.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-70542012000300005.

As Áreas de Preservação Permanente (APPs) são consideradas essenciais para a manutenção da biodiversidade local, de modo que a sua proteção é regulamentada pela legislação brasileira. Neste trabalho, objetivou-se delimitar as áreas de preservação permanente de acordo com as determinações da legislação ambiental brasileira vigente, e identificar a ocorrência de conflito entre o uso da terra e a legislação no município de Lavras, MG, mediante a combinação de tecnologias de sensoriamento remoto e sistemas de informações geográficas. As APPs correspondem a 42,33% do território do munícipio de Lavras. O conflito entre o uso da terra e a legislação ambiental ocorre em 63,48% do território das APPs, correspondendo principalmente as áreas de pastagem, solo exposto e agricultura. As APPs de topos de morro foram as que apresentaram maiores conflitos com a legislação, com 48,48% do seu território ocupado por pastagens e 13,62% ocupado pela agricultura. As APPs localizadas no entorno dos cursos d'água e nas encostas com declividade superior a 45º apresentaram, respectivamente, 59,99% e 92,03% do seu território ocupados por vegetação nativa de floresta semidecídua e campos naturais.

Keywords : Legislação ambiental; cobertura da terra; geoprocessamento.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English