SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.41 número3Valor nutritivo da silagem de sorgo de diferentes propósitosTolerância de sementes de Coffea arabica L. à temperaturas sub zero índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054versão On-line ISSN 1981-1829

Resumo

KRINSKI, Diones  e  FOERSTER, Luís Amilton. Danos quantitativos e qualitativos causados por Oebalus poecilus (Hemiptera, Pentatomidae) em arroz de terras altas cultivado na nova fronteira agrícola da Floresta Amazônica (Brasil). Ciênc. agrotec. [online]. 2017, vol.41, n.3, pp.300-311. ISSN 1413-7054.  https://doi.org/10.1590/1413-70542017413036816.

Oebalus poecilus (Dallas 1851) é uma das espécies de percevejos de grande importância econômica para os produtores de arroz no Brasil em sistemas de cultivo irrigados, de inundação ou de terras altas. Estes pentatomídeos são conhecidos como percevejos das panículas, porque ninfas e adultos alimentam-se principalmente dessas estruturas. O ataque deste percevejo resulta em grãos manchados, massa inferior, redução germinativa e grãos deformados. Considerando isso, o objetivo deste estudo foi avaliar as perdas quantitativas e qualitativas na cultivar comercial de arroz de terras altas (variedade Cambará), submetidas a diferentes níveis de infestação de percevejos de panículas, O. poecilus, em diferentes estágios de crescimento reprodutivo das plantas de arroz. Os resultados mostram que em arroz de terras altas (variedade Cambará), os grãos de arroz são suscetíveis a danos quantitativos (número e peso) e qualitativos (grãos manchados, atrofiados, gessados e quebrados), durante todo o desenvolvimento da panícula. No entanto, quando os insetos se alimentam durante os estágios de antese/cariopse e leitosa causam percentual significativamente maior de grãos vazios (até 83%) do que quando se alimentam de grãos durante as fases posteriores do desenvolvimento da panícula. Esta característica foi também observada para a redução de peso dos grãos. Esta informação pode beneficiar os produtores e outros pesquisadores, permitindo que concentrem os esforços de monitoramento de O. poecilus em fases mais suscetíveis ao ataque deste inseto. Também serve de base para a tomada de decisão sobre quando e quais medidas de controle devem ser realizadas, a fim de controlar os percevejos das panículas.

Palavras-chave : Oryza sativa; percevejo das panículas; nível de dano; manejo integrado de pragas..

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )