SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.41 número6Potencial energético da biomassa residual do milho em diferentes espaçamentos e doses de nitrogênioRegressão linear múltipla e random forest para predição e mapeamento de atributos do solo utilizando dados de espectrômetro portátil de fluorescência de raios-X (pXRF) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência e Agrotecnologia

versão impressa ISSN 1413-7054versão On-line ISSN 1981-1829

Resumo

TORRES-GUTIERREZ, Roldán et al. Diversidade genética e fenotípica de isolados de Rhizobium do sul do Equador. Ciênc. agrotec. [online]. 2017, vol.41, n.6, pp.634-647. ISSN 1413-7054.  https://doi.org/10.1590/1413-70542017416008517.

A simbiose Rhizobium-leguminosa desempenha um relevante papel na agricultura, entretanto não tem recebido suficiente atenção de estudos científicos no Equador. O objetivo deste artigo foi caracterizar a diversidade genética e fenotípica de isolados de Rhizobium associados com Phaseolus vulgaris do sul do Equador. A caracterização morfo-cultural, testes bioquímicos e análises fisiológicas foram realizados para autenticar e determinar a diversidade de isolados de bactérias Rhizobium. A diversidade genética foi determinada por por técnicas moleculares consistindo na extração de DNA genômico bacteriano, amplificação e sequenciamento parcial do gene 16SrRNA; e parâmetros de nodulação e fixação de nitrogênio de P. vulgaris sobre condições de estufa foram testados para determinar a diversidade fenotípica entre os isolados. Além disso, a produção de ácido indolacético foi avaliada por um método colorimétrico. A análise fisiológica da diversidade entre os isolados revelou o potencial de crescimento de diversos isolados em diferentes níveis de pH, salinidade e temperatura. O sequenciamento parcial do gene 16S rRNA mostrou o gênero Rhizobium em todas os locais de amostragem. De um total de 20 sequências alinhadas, 9 espécies de Rhizobium foram identificadas. A formação de nódulos e biomassa, bem como a fixação de nitrogênio mostraram um aumento nos parâmetros fenotípicos das plantas, os quais devem ser influenciados pela produção de IAA, especialmente pelas cepas R. mesoamericanum NAM1 e R. leguminosarum bv. viciae COL6. Estes resultados demonstram a eficiência de cepas diazotróficas simbióticas nativas para produção de inoculantes para leguminosas e fornece informações valiosas e uteis para a agricultura sustentável equatoriana. Neste sentido, este trabalho deve ser um elemento essencial para a realização de futuras pesquisas aplicadas relacionadas a cepas Rhizobium nativas e espalhar o uso de biofertizantes em campos equatorianos.

Palavras-chave : Phaseolus vulgaris; bactéria diazotrófica; 16S rRNA gene; nodulação; ácido indolacético..

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )