SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue4Evaluating the school evaluation: the grade schools and fluid intelligenceChild protection agency: a reflection on public politics and health promotion author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia em Estudo

Print version ISSN 1413-7372

Abstract

BOECHAT, Clarisse Sousa et al. Impactos do isolamento conjugal sobre a rotina da mulher do emigrado. Psicol. estud. [online]. 2010, vol.15, n.4, pp. 851-860. ISSN 1413-7372.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-73722010000400021.

Segundo a literatura, o isolamento social tende a favorecer o surgimento de problemas relacionados à saúde física e emocional, independentemente de gênero, idade e estado civil. O presente estudo procura conhecer as implicações do processo emigratório sobre o cotidiano de mulheres residentes em Governador Valadares - MG cujos parceiros se encontram no exterior como imigrantes. Trata-se de uma pesquisa exploratória na qual realizadas 247 entrevistas domiciliares com mulheres residentes na cidade de Governador Valadares cujos parceiros residem no exterior na condição de imigrantes há pelo menos três meses. Os dados revelaram que a partir deste isolamento as mulheres tornaram-se menos sociáveis, deixaram de participar de atividades usuais de lazer e distanciaram-se de amigos, enfraquecendo sua rede de apoio social. O isolamento conjugal, além de provocar significativas mudanças na rotina da mulher, produz mudanças em sua autopercepção e no modo de avaliação de seu relacionamento conjugal.

Keywords : Emigração; mulheres de emigrantes; isolamento conjugal.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese