SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número1Mídias e a imagem corporal na adolescência: o corpo em discussãoProposição bakhtiniana para análise da produção em psicologia índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Psicologia em Estudo

versão impressa ISSN 1413-7372

Resumo

ROSO, Adriane; GASS, Rosinéia Luisa  e  ROMANINI, Moisés. Propagandas institucionais televisivas e resistência. Psicol. estud. [online]. 2011, vol.16, n.1, pp.79-89. ISSN 1413-7372.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-73722011000100010.

Esse é um estudo exploratório-qualitativo referente ao uso de propagandas institucionais televisivas e discursos na mídia de massa (formas simbólicas) mediadas por agentes do governo e por uma instituição privada em favor da privatização da Companhia Vale do Rio Doce. Apoiado pela Hermenêutica de Profundidade e nos Estudos Críticos do Discurso (ECD), o objetivo do estudo foi demonstrar como essas formas simbólicas podem servir para estabelecer e reforçar relações de dominação. Considerando-SE que as mídias de massa têm a responsabilidade legal de informar e educar todos os cidadãos  e que as propagandas televisivas institucionais em foco somente estimulam e valorizam a política neoliberal pró-privatização, conclui-se que essas formas simbólicas podem estar reforçando as relações de dominação.

Palavras-chave : Psicologia; neoliberalismo; propagandas.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons