SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número3La experiencia del padre frente al cáncer infantil índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Psicologia em Estudo

versión impresa ISSN 1413-7372

Resumen

BECKER, Scheila Machado da Silveira; BERNARDI, Denise  y  MARTINS, Gabriela Dal Forno. Práticas e crenças de educadoras de berçário sobre cuidado. Psicol. estud. [online]. 2013, vol.18, n.3, pp.551-560. ISSN 1413-7372.  https://doi.org/10.1590/S1413-73722013000300016.

A Educação Infantil no Brasil é marcada pela dualidade cuidar e educar. Esta dualidade é ainda mais evidente no cotidiano do berçário, pois bebês têm necessidades e demandam das educadoras práticas além do que é considerado educacional. Este estudo teve como objetivo, investigar as práticas de cuidado de educadoras de berçário e suas crenças sobre as necessidades desenvolvimentais de bebês. Participaram catorze educadoras de duas creches públicas, cujas respostas à entrevista foram analisadas qualitativamente, com base em três categorias derivadas das dimensões de cuidado propostas por Winnicott: holding (segurar/sustentar), handling (manipular) e object-presenting (apresentar objetos). Os resultados mostraram que as educadoras identificaram o holding como a principal necessidade dos bebês e o handling (manipular) e a apresentação de objetos como as principais práticas. Destaca-se a necessidade de valorizar os cuidados básicos como um fazer legítimo do profissional da Educação Infantil, tendo em vista sua importância para o desenvolvimento emocional saudável do bebê.

Palabras clave : Educação infantil; crenças; educadores infantis.

        · resumen en Español | Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons