SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue30"The honor of your blood": brahmanism and topics of distinction in the Portuguese contextSkin color, distinctions and offices: Portugal and Portuguese Atlantic spaces (XVI to XVIII centuries) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Tempo

Print version ISSN 1413-7704

Abstract

DUTRA, Francis A.. Ser mulato em Portugal nos primórdios da época moderna. Tempo [online]. 2011, vol.16, n.30, pp.101-114. ISSN 1413-7704.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-77042011000100005.

Este artigo estuda os casos de vinte e sete homens agraciados com o título de Cavaleiro das Ordens Militares Portuguesas do Cristo, Santiago e de Avis, do início do século XVII até 1731, nos quais testemunhas da investigação sobre antecedentes haviam atestado que os pais ou avós desses homens haviam sido descritos como "mulatos" e/ou descendentes de escravos africanos. Quase todos os casos envolviam pessoas que viviam em Portugal. Com apenas uma exceção, a dispensa exigida foi por "falta de qualidade" e não por "pureza de sangue". Mais de 80% dessas pessoas receberam dispensas por serem "mulatos", e se tornaram membros da Ordem de Cristo (a maioria) ou da Ordem de Santiago.

Keywords : Mestiçagem; hierarquias sociais; ordens militares.

        · abstract in English | French     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License