SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 número1Low intensity ultrasound effects over osteopenic female rats bonesSynovial knee plica in newborn cadaver knee: a comparison between Anatomy and Arthro-TC índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Acta Ortopédica Brasileira

versión impresa ISSN 1413-7852

Resumen

AZATO, Flávia Namie et al. Estudo biomecânico de resistência à tração de âncoras metálicas de sutura em diferentes ângulos de inserção. Acta ortop. bras. [online]. 2003, vol.11, n.1, pp. 25-31. ISSN 1413-7852.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-78522003000100004.

O objetivo deste trabalho é verificar se o ângulo de inserção das âncoras de sutura interfere na sua resistência quando submetidas à uma força de tração constante. Foram realizados 20 ensaios com âncoras metálicas de sutura inseridas em 4 angulações diferentes (30°, 45°, 60°, 90°), em osso de cadáver humano (fêmur distal) e mais 20 ensaios em osso artificial (SawboneTM). Os testes foram realizados na Máquina Universal de Ensaios modelo Kratos, sendo as âncoras tracionadas a 90° em relação ao seu plano de inserção na superfície óssea. Os valores encontrados no osso de cadáver humano não foram estatisticamente significantes, ou seja, o ângulo de inserção não influiu na resistência à tração. No osso artificial verificou-se que houve maior resistência na inserção a 90o, com relevância estatística em relação aos demais ângulos testados.

Palabras llave : Âncoras; Biomecânica; Resistência à tração.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés