SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 issue2Avaliação de imóveis: a importância dos vizinhos no caso de RecifeA desigualdade de rendimentos do trabalho no período pós-Real: o papel da escolaridade e do desemprego author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Economia Aplicada

Print version ISSN 1413-8050

Abstract

MACHADO, Ana Flávia; RIBAS, Rafael Perez  and  PENIDO, Mariângela. Mobilidade entre estados de pobreza e inserção no mercado de trabalho: uma análise para o Brasil metropolitano em 2004. Econ. Apl. [online]. 2007, vol.11, n.2, pp. 253-279. ISSN 1413-8050.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-80502007000200005.

A relação entre dinâmica da pobreza e inserção no mercado de trabalho compreende questões como o que direciona certos grupos pobres a escaparem desta condição e o que induz outros grupos a entrarem na po-breza. Buscando analisar essas questões, o objetivo geral deste artigo é investigar a relação entre mobilidade entre estados de pobreza e forma de inserção no mercado de trabalho no Brasil metropolitano em 2004. Para o acompanhamento longitudinal dos indivíduos na amostra, a fim de captar a mobilidade, foi utilizada a Pesquisa Mensal de Emprego (PME) 2004 como fonte dos dados. O modelo de mobilidade, ou de transição na pobreza, é baseado em uma matriz de Markov, utilizando como estratégia para estimação um modelo probit com seleção amostral. A partir da observação do processo de mobilidade nesse modelo, foram calculadas taxas de permanência e de transição para a pobreza, assim como outras medidas de mobilidade, para cada grupo de condição ocupacional. Os resultados evidenciam a relevância da inserção ocupacional para permanência em estados de não-pobreza e transições para fora da pobreza.

Keywords : pobreza; mercado de trabalho; mobilidade; matriz de Markov; dados longitudinais.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese