SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 número3Influências políticas na eficiência de empresas de saneamento brasileirasTaxa de desemprego e a escolaridade dos desempregados nos estados brasileiros: estimativas dinâmicas de dados em painéis índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Economia Aplicada

versão impressa ISSN 1413-8050versão On-line ISSN 1980-5330

Resumo

FARIA, João Ricardo; ARAUJO JR., Ari Francisco de  e  SHIKIDA, Cláudio D.. The international research of academic economists in Brazil: 1999-2006. Econ. Apl. [online]. 2007, vol.11, n.3, pp.387-406. ISSN 1413-8050.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-80502007000300004.

Este paper estende a análise de Faria (2000) para o período de 1999-2006. O estudo analisa a produção de 750 economistas acadêmicos de 31 departamentos de economia com programas de pós-graduação no Brasil. Ao nível individual, somente 12 economistas conseguiram publicar pelo menos um artigo nas revistas acadêmicas mais importantes da profissão, e 96 economistas publicaram pelo menos um artigo nas revistas da lista de revistas internacionais. As áreas de pesquisa em que os brasileiros são mais bem sucedidos são: Economia Aplicada, Desenvolvimento Econômico, Economia Matemática e Economia Pós-Keynesiana. Há uma diferença marcante de qualidade entre os departamentos. A performance dos departamentos depende de esforços isolados de indivíduos. O número total de artigos publicados, de pesquisadores publicando em revistas internacionais e departamentos com membros publicando em revistas internacionais, cresceu durante o período.

Palavras-chave : rankings de departamentos e economistas; papel dos economistas.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons