SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue4Uma metodologia de estimação da carga tributária bruta brasileira em bases trimestrais author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Economia Aplicada

On-line version ISSN 1980-5330

Abstract

GIAMBIAGI, Fabio. 18 anos de política fiscal no Brasil: 1991/2008. Econ. Apl. [online]. 2008, vol.12, n.4, pp. 535-580. ISSN 1980-5330.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-80502008000400002.

O objetivo deste trabalho é permitir um conhecimento acurado das contas do setor público brasileiro. Este artigo apresenta a trajetória da política fiscal brasileira desde quando existem indicadores "acima da linha", desenvolvidos para acompanhar receitas e despesas, em 1991. Nesse período de quase 20 anos, o gasto primário do governo central passou de menos de 14% do PIB em 1991, para uma estimativa de mais de 22% do PIB em 2008. Nesse mesmo período, a receita do governo central escalou de menos de 15% do PIB para 25% do PIB e a carga tributária de 24% para aproximadamente 36% do PIB. Apesar disso, o investimento público tem sido inferior ao que era nos anos de 1980. O artigo apresenta uma gama de indicadores fiscais, com o fim de documentar um período de transformações importantes. O trabalho esmiúça a evolução detalhada das variáveis; sintetiza as grandes tendências do período, e apresenta um diagnóstico das mudanças ocorridas e dos problemas que devem ser enfrentados nos próximos anos. Ele conclui que os gastos públicos que mais aumentaram no período 1991/2008 foram aqueles considerados como "gastos sociais", e que tanto a tese acerca da irrelevância de novas reformas como a de que poderemos assistir no futuro próximo a uma grande crise fiscal podem se revelar equivocadas, se a economia tiver um crescimento da ordem de 4% a 5% a.a.

Keywords : gasto público; déficit público; dívida pública.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese (pdf) Portuguese (epdf)