SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.8 número3Ideologia, fetiche e utopia na saúde: uma análise a partir da saúde bucalAdesão à terapêutica medicamentosa: elementos para a discussão de conceitos e pressupostos adotados na literatura índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Ciência & Saúde Coletiva

versão impressa ISSN 1413-8123

Resumo

FERNANDES, Rita de Cássia Pereira. Uma leitura sobre a perspectiva etnoepidemiológica. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2003, vol.8, n.3, pp. 765-774. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232003000300010.

É indubitável a contribuição da epidemiologia para o estudo da enfermidade e sua distribuição em populações. No entanto, vários estudiosos têm apontado a necessidade de revisar as dificuldades e limites dessa disciplina. Alguns autores chamam a atenção para a necessidade de integrar diferentes perspectivas teórico-metodológicas para o estudo de objetos complexos como a relação saúde-doença. Os limites da abordagem dos fatores de risco aplicada isoladamente ao estudo dessa relação devem ser superados por meio de modelos capazes de abordar a relação entre sujeitos humanos e seu meio, ambiente, cultural e sócio-histórico. O encontro entre o método epidemiológico, privilegiado para generalização, e outro capaz de aprofundamento pode ser alcançado pela estratégia etnoepidemiológica que tem como pressuposto que os fenômenos da saúde-doença são processos sociais, devendo ser concebidos como tais, "históricos, complexos, fragmentados, conflitivos, dependentes, ambíguos e incertos". Este ensaio pretende analisar alguns aspectos teórico-metodológicos que têm permitido a reflexão sobre as potencialidades da etnoepidemiologia, como abordagem que integra a epidemiologia a outras disciplinas.

Palavras-chave : Etnoepidemiologia; Teoria epidemiológica; Limites da epidemiologia; Integração disciplinar.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português