SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.11 número2From repression to prevention against violence: a challenge posed to civil society and the health sectorThe panorama of urban violence in Brazil and its capitals índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Ciência & Saúde Coletiva

versión impresa ISSN 1413-8123

Resumen

FRANCO, Saúl et al. Os efeitos do conflito armado sobre a vida e a saúde na Colômbia. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2006, vol.11, n.2, pp. 349-361. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232006000200013.

O presente trabalho trata das conseqüências do conflito armado interno (CAI) que a Colômbia tem vivido durante as últimas quatro décadas. Começa identificando o contexto e o momento atual do conflito. A seguir, são descritas algumas das formas, expressões e conseqüências do conflito armado interno com maior impacto sobre a vida, a qualidade de vida, a saúde e as doenças da população, e sobre os serviços de saúde no país. Especial ênfase é dada às altas taxas de mortalidade por homicídio, ao fenômeno do deslocamento forçado pela violência, aos seqüestros e às minas antipessoais. Entre os grupos populacionais mais afetados, destacam-se homens jovens, mulheres, crianças e as minorias étnicas indígenas e afrodescendentes. Esta análise também se refere ao sério problema das contínuas infrações da Lei Humanitária Internacional e aos ataques contra a Missão Médica, assim como às conseqüências negativas do conflito sobre a prestação de serviços de saúde. Para concluir, são feitos alguns comentários gerais sobre a situação descrita e dadas algumas sugestões para o estudo do problema e possíveis ações partindo do setor saúde.

Palabras llave : Violência na Colômbia; Conflito armado interno; Causas externas; Serviços de saúde.

        · resumen en Inglés     · texto en Inglés     · pdf en Inglés