SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue1Environmental management in the public sector: a question of social and economic relevancyEnvironmental and biological determinants of neuropsychomotor development in a sample of children in Canoas/RS author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

POSSAMAI, Fernando Pagani et al. Lixões inativos na região carbonífera de Santa Catarina: análise dos riscos à saúde pública e ao meio ambiente. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2007, vol.12, n.1, pp. 171-179. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232007000100020.

A existência de lixões inativos aumenta consideravelmente o assim denominado "passivo ambiental"; tanto que a destinação final dos resíduos sólidos urbanos ocupa lugar primordial na pauta das questões ambientais das sociedades1. No estado de Santa Catarina, pode-se afirmar que, atualmente, é formalmente desconhecido o estado real em que se encontram os "depósitos de destinação final" ou, mais simplesmente, os lixões inativos. Isto é talvez mais evidente na região carbonífera do estado, já tão sacrificada pelos impactos ambientais da mineração do carvão. Este trabalho buscou realizar um levantamento dos lixões inativos na região carbonífera de Santa Catarina, analisando os riscos que estes representam à saúde pública e ao meio ambiente. Os resultados obtidos mostram que, dos onze municípios pertencentes à região carbonífera, nove possuem lixões inativos. Nesses nove municípios, há onze lixões inativos que, segundo a presente avaliação, apresentam grande risco à saúde da população e ao meio ambiente quando considerados os parâmetros analisados.

Keywords : Resíduos sólidos; Lixões inativos; Legislação ambiental; Remediação.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese