SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 issue1How pharmacists can contribute to health promotionSurvey of cnidarian accident records in some beaches of the coast of Pernambuco (Brazil) author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

FAGUNDES, Maria José Delgado et al. Análise bioética da propaganda e publicidade de medicamentos. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2007, vol.12, n.1, pp. 221-229. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232007000100025.

Sob a perspectiva da "ética da proteção" e da "bioética de intervenção", a pesquisa analisa a influência das peças publicitárias de medicamentos veiculadas à classe médica na prescrição de medicamentos. Estuda, ainda, a qualidade das informações nas propagandas de medicamentos de venda sob prescrição, antes e depois da Resolução da Diretoria Colegiada da Anvisa - RDC 102/2000, que regulamenta a propaganda de medicamentos no país, bem como discute o papel regulador do Estado na área. Primeiramente, foram entrevistados 50 médicos de Brasília, a fim de examinar como percebem os efeitos da propaganda sobre sua atividade profissional. Em seguida, foram avaliadas 10 peças publicitárias, 5 veiculadas antes e 5 depois da RDC 102/2000. Os resultados permitiram concluir que: a) 98% dos médicos recebem visitas regulares de representantes comerciais; b) 86% recebem brindes; c) 68% crêem na influência direta da propaganda sobre a prescrição; d) 14% disseram prescrever medicamentos em função do recebimento de prêmios; e) 68% acreditam existir inverdades nas informações das peças publicitárias; f) antes da RDC, as informações (contra-indicações, indicações, precauções, cuidados e advertência) nas propagandas representava 28% dos casos; após a RDC, foram encontradas informações em 79% dos casos.

Keywords : Propaganda e publicidade de medicamentos; Legislação; Bioética.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese