SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue6Bio-security with emphasis in biological polluting agents in health workersBetter this than nothing! Participation and accountability on risk management of Camaçari Petrochemical Complex, in Bahia State author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

MILANEZ, Bruno; FERNANDES, Lúcia de Oliveira  and  PORTO, Marcelo Firpo de Souza. A coincineração de resíduos em fornos de cimento: riscos para a saúde e o meio ambiente. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2009, vol.14, n.6, pp. 2143-2152. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232009000600021.

O objetivo do artigo é discutir a forma como a coincineração de resíduos em fábricas de cimento vem crescendo no Brasil, bem como seus impactos sobre a saúde humana e o meio ambiente. Informações gerais sobre mercado e efeitos sobre a saúde foram obtidas através de revisão bibliográfica e alguns estudos de caso, escolhidos a partir de debate com integrantes da Rede Brasileira de Justiça Ambiental, foram construídos para ilustrar a situação no Brasil. Os estudos encontrados mostraram que, independente do nível de desenvolvimento tecnológico dos países, a saúde dos trabalhadores e das pessoas que moram próximas às fábricas de cimento vem sendo prejudicada pela poluição emitida pelas empresas de cimento, em especial por aquelas que praticam a coincineração. Além disso, no contexto brasileiro, a vulnerabilidade das instituições e populações afetadas tende a agravar este problema. Como conclusão, defende-se o aumento da capacidade institucional dos órgãos brasileiros responsáveis pelo monitoramento das atividades industriais, bem como uma rediscussão mais aprofundada dos aspectos políticos e éticos ligados ao transporte e comércio de resíduos industriais.

Keywords : Riscos ambientais; Coincineração; Resíduos perigosos; Produção de cimento.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese