SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue10Court-ordered access to treatment of rare genetic diseases: Fabry Disease in the state of Rio Grande do Sul, BrazilInterviews with family members: a fundamental tool for planning the disclosure of a diagnosis of HIV/aids for children and adolescents author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

PEDRAZA, Dixis Figueroa. Qualidade do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc): análise crítica da literatura. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2012, vol.17, n.10, pp. 2729-2737. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232012001000021.

OBJETIVO: Realizar uma revisão da literatura sobre os estudos de avaliação da qualidade dos dados do Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (Sinasc).  MÉTODOS: As bases de dados Medline, Lilacs e SciELO foram pesquisadas. Os artigos foram caracterizados segundo revista escolhida para publicação, local e período de estudo, parâmetros de avaliação, metodologia e principais resultados. RESULTADOS: Um total de 13 artigos foi revisado. A avaliação da cobertura foi tema de análise em oito estudos, a completitude em quatro e a confiabilidade em sete. A maioria deles apresentou resultados de cobertura superior a 90%, indicando sua viabilidade para o cálculo de indicadores. Entretanto, prevaleceu o sub-registro dos nascimentos no Sinasc com variação entre 75,8% e 99,5%. As variáveis instrução materna, paridade e número de consultas de pré-natal foram as que mostraram maior inconsistência. Por sua vez, a variável paridade foi a que mostrou maior incompletitude. CONCLUSÕES: O desenvolvimento de estudos para encontrar novas formas de avaliar o Sinasc é destacado como estratégia privilegiada para a melhoria da qualidade do sistema.

Keywords : Estatísticas vitais; Sistemas de informação; Nascidos vivos; Brasil.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese