SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue10From surveillance to work-related accident prevention: the contribution of the ergonomics of the activityEvolution of worker's health in the social security medical examination in Brazil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Ciência & Saúde Coletiva

Print version ISSN 1413-8123

Abstract

LUZ, Verônica Gronau et al. Trabalho e desgaste de migrantes no corte manual de cana de açúcar no Estado de São Paulo, Brasil. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2012, vol.17, n.10, pp. 2831-2840. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-81232012001000030.

Descrever o trabalho de cortadores manuais de cana de açúcar avaliando o comportamento nutricional e a composição corporal do início ao final da safra. Estudo descritivo longitudinal de cortadores na região de Piracicaba, São Paulo, Brasil, por meio de um questionário sociodemográfico e antropométrico que permitiu medir Índice de Massa Corporal, Percentual de Gordura Corporal e Circunferência Muscular do Braço em três momentos. Ao final da safra foi dosada a Creatina Quinase na isoforma esquelética, proteína C reativa e ureia plasmática. Durante nove meses, 30 homens safristas migrantes nordestinos (Ceará), com idade de 18 a 44 anos foram estudados. Os trabalhadores tiveram perda significativa de gordura corporal e peso na primeira metade da safra. A maioria ganhou massa magra e os mais velhos na atividade ganharam menos. Dezoito trabalhadores apresentaram valores alterados de Creatina Quinase e quatro tiveram uréia alterada dentre os 24 que cederam sangue. O trabalho no corte de cana gera perda de peso e gordura corporal e aumento de massa magra que se desgasta com a história de trabalho em safras sucessivas. Pode ainda causar alteração de marcadores bioquímicos de inflamação crônica sistêmica. Novos estudos permitirão entender a relação esforço, desgaste, longevidade laboral e saúde no corte de cana.

Keywords : Saúde do trabalhador; Estado nutricional; Antropometria; Condições de trabalho.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English