SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 número3Tendências de indicadores de tabagismo nas capitais brasileiras, 2006 a 2013Violência infantil: uma análise das notificações compulsórias, Brasil 2011 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência & Saúde Coletiva

versão impressa ISSN 1413-8123

Resumo

ALVES, Carla Guimarães  e  MORAIS NETO, Otaliba Libânio de. Tendência da mortalidade prematura por doenças crônicas não transmissíveis nas unidades federadas brasileiras. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2015, vol.20, n.3, pp.641-654. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232015203.15342014.

As doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) apresentam alta carga de mortalidade, principalmente nos países de baixa-média renda. Os principais grupos são: doenças do aparelho circulatório (DAC), doenças respiratórias crônicas (DRC), neoplasias e diabetes. O Plano de Ações para o Enfrentamento das DCNT no Brasil, 2011-2022 estabeleceu meta de redução da mortalidade prematura por DCNT em 2% ao ano. O objetivo do presente estudo foi analisar a tendência da mortalidade prematura e apontar cenários de cumprimento da meta pelas Unidades Federadas (UF). Realizou-se análise de série temporal das taxas padronizadas de mortalidade entre 2000-2011 utilizando modelo de regressão linear. Estimou-se as taxas de incremento médio anual da mortalidade e Intervalo de Confiança (95%) e categorizou-se as UF com cenários favoráveis e desfavoráveis para atingir as metas. As UF com cenários favoráveis foram: para as DAC - Distrito Federal, Santa Catarina, Mato Grosso, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Bahia, Espírito Santo e Paraná. Para as DRC - Amazonas, Distrito Federal e Paraná. Para as Neoplasias e Diabetes, todas as UF apresentaram cenários desfavoráveis. A articulação das três esferas de governo permitirá o reforço das intervenções direcionadas para os determinantes das DCNT e para garantir acesso e qualidade da atenção.

Palavras-chave : Doença crônica; Epidemiologia; Mortalidade prematura.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )