SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número4Sedentarismo e práticas alimentares inadequadas na infância: um estudo de coorteAssociação entre consumo alimentar, atividade física, fatores socioeconômicos e percentual de gordura corporal em escolares índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ciência & Saúde Coletiva

versão impressa ISSN 1413-8123versão On-line ISSN 1678-4561

Resumo

MALTA, Deborah Carvalho et al. Tendência temporal dos indicadores de excesso de peso em adultos nas capitais brasileiras, 2006-2013. Ciênc. saúde coletiva [online]. 2016, vol.21, n.4, pp.1061-1069. ISSN 1413-8123.  http://dx.doi.org/10.1590/1413-81232015214.12292015.

O objetivo deste artigo é analisar as tendências temporais dos indicadores de excesso de peso (sobrepeso, obesidade e obesidade grau III) entre adultos (≥ 18 anos) das capitais brasileiras e do DF entre os anos de 2006 e 2013. Estudo de série temporal dos indicadores de excesso de peso, utilizando dados do inquérito telefônico para Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas (Vigitel). Foi realizado modelo de regressão de Prais. Em 2013, observou-se na população adulta: sobrepeso em 32,2%, obesidade em 17,5% e obesidade grau III em 1,5%. De 2006 a 2013, ocorreu aumento estatisticamente significante na maioria dos indicadores, para ambos os sexos, faixas etárias, escolaridade e regiões. Os indicadores de excesso de peso, obesidade requerem atenção, pois acarretam ônus ao indivíduo, à sociedade e aos serviços de saúde.

Palavras-chave : Sobrepeso; Obesidade; Inquéritos epidemiológicos; Doença crônica.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )