SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 issue2Adolescents’ self concept and academic achievement: relationships among gender,age and type of institutionThe coercion and its fallout in the relationship between teacher and student author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psico-USF

Print version ISSN 1413-8271

Abstract

SILVA, Cláudia Borim da; BRITO, Márcia Regina Ferreira de; CAZORLA, Irene Maurício  and  VENDRAMINI, Claudette Maria Medeiros. Atitudes em relação à estatística e à matemática. Psico-USF (Impr.) [online]. 2002, vol.7, n.2, pp. 219-228. ISSN 1413-8271.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-82712002000200011.

O objetivo deste trabalho foi verificar se as atitudes em relação à estatística poderiam estar relacionadas às atitudes em relação à matemática desenvolvidas durante a trajetória escolar do estudante. Os sujeitos foram 330 alunos de graduação que cursavam estatística introdutória em 1998. Foi aplicado um questionário, uma escala de atitudes em relação à estatística e outra em relação à matemática. As duas escalas apresentaram altos coeficientes de consistência interna. Verificou-se que os alunos apresentaram atitudes mais positivas em relação à matemática do que em relação à estatística. Não foram encontradas diferenças por gênero nas pontuações das duas escalas. Os alunos de exatas apresentaram atitudes mais positivas em relação à matemática e os de humanas atitudes mais negativas em relação à estatística. Os resultados indicaram que existe uma associação das atitudes em relação à matemática na formação das atitudes em relação à estatística e que essa associação é mais forte para os alunos de humanas.

Keywords : Atitudes; Educação matemática; Educação estatística; Ensino de graduação.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese