SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.13 número2Estratégias de enfrentamento da hospitalização em crianças avaliadas por instrumento informatizadoAnálise de contingências de um portador de diabetes mellitus tipo 2: estudo de caso índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Psico-USF

versão impressa ISSN 1413-8271

Resumo

MOREIRA, Virginia  e  TELLES, Thabata Castelo Branco. Experiências do estigma na depressão: um estudo transcultural. Psico-USF (Impr.) [online]. 2008, vol.13, n.2, pp. 233-241. ISSN 1413-8271.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-82712008000200010.

Na pesquisa O significado da depressão na contemporaneidade: um estudo crítico-cultural no Brasil, Chile e Estados Unidos (Moreira, 2007), uma das categorias emergentes da análise fenomenológica das entrevistas foi o estigma. Este artigo retoma esse resultado, buscando aprofundar a compreensão da experiência vivida do estigma em pessoas diagnosticadas com depressão nos 3 países. Com este fim, foram reanalisadas fenomenologicamente 51 entrevistas (n=15, em Fortaleza; n=20, em Santiago; e n=16, em Boston). Os resultados apontam peculiaridades em cada país, mostrando o conteúdo qualitativamente diferente da experiência vivida do estigma na depressão nos três países. Só no Brasil aparecem conteúdos relacionados à preocupação com a evitação do estigma; apenas no Chile, o estigma foi encontrado associado à culpa, vergonha e falta de privacidade; e unicamente nos Estados Unidos o estigma aparece relacionado ao racismo, o que possivelmente estaria relacionado a diferenças culturais.

Palavras-chave : Depressão; Estigma; Transcultural; Fenomenologia.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português