SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue1Decision making in IGT: a case study of post-CVA of left versus right hemisphere author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psico-USF

Print version ISSN 1413-8271

Abstract

MIRANDA, Lúcia C. et al. Atribuições causais e nível educativo familiar na compreensão do desempenho escolar em alunos portugueses. Psico-USF [online]. 2012, vol.17, n.1, pp. 1-9. ISSN 1413-8271.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-82712012000100002.

Este artigo analisa o contributo específico do nível educativo familiar e das atribuições causais para o bom e fraco rendimento escolar dos alunos na explicação do seu desempenho nas disciplinas de Língua Portuguesa e de Matemática numa amostra de 2.082 alunos do ensino público de 11 escolas de Portugal, incluindo as Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira. As atribuições causais foram avaliadas por meio do Questionário das Atribuições Causais para os Resultados Escolares (QARE).  O nível educativo familiar foi estimado levando em conta  o nível escolar do progenitor com maior habilitação escolar. As classificações obtidas pelos alunos nas disciplinas de língua portuguesa e matemática foram também examinadas. Os resultados apontam para correlações estatisticamente significativas, destacando as atribuições na capacidade para a explicação do rendimento escolar, situação que contrasta com a atribuição dos níveis de rendimento a variáveis externas ao aluno. A análise de regressão permite associar 34,5% da variância no rendimento conjunto em Língua Portuguesa e em Matemática no ensino básico, assim como 21,3% no ensino secundário, às dimensões atribucionais e ao nível educativo familiar. Implicações educacionais são derivadas a partir dos achados.

Keywords : Nível educativo familiar; Atribuições causais; Rendimento escolar; Língua portuguesa; Matemática.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese