SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 número2Depoimento de crianças: um divisor de águas nos processos judiciais?Adaptação e validação da Escala de Senso de Humor Situacional índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Psico-USF

versão impressa ISSN 1413-8271

Resumo

ARAUJO, Danilo de Freitas  e  ALMONDES, Katie Moraes de. Avaliação da sonolência em estudantes universitários de turnos distintos. Psico-USF [online]. 2012, vol.17, n.2, pp. 295-302. ISSN 1413-8271.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-82712012000200013.

Estudantes de graduação possuem altas chances de apresentar Sonolência Diurna Excessiva, devido aos horários escolares e às demandas acadêmicas. Por isso, pretendeu-se analisar níveis de sonolência de estudantes de turnos distintos. O universo foi constituído por 109 graduandos do turno matutino e 125 do noturno. Utilizou-se a Escala de Sonolência de Epworth. A amostra apresentou média total de 9,38 (DP=4,03), sendo 9,03 (DP=4,01) para o turno matutino e 9,7 (DP=3,93) para o noturno. Foram detectadas diferenças significativas nos níveis de sonolência entre turnos (η2 =0,10;p < 0,00), e entre os indivíduos do gênero masculino e feminino nos dois turnos (η2=0,45; p<0,00). Assim, deve ser considerado o papel das demandas acadêmicas em cada turno, já que elas afetam diretamente a qualidade do sono.

Palavras-chave : Sono; Escala de Sonolência Epworth; Estudantes universitários.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · pdf em Português