SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 issue3Validity Evidence of a Measurement of Mindfulness, Based on its Relations to Other VariablesPsychometric Properties of the Psychological Factors of Deseases Related Work Inventory: A Study with Workers of the Meat Processing Industry author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Psico-USF

On-line version ISSN 2175-3563

Abstract

BARBIERI, Daniel  and  PILATI, Ronaldo. Julgamento Moral do Aborto: Influência da Atitude Prévia, Princípios Deontológicos e Utilitaristas. Psico-USF [online]. 2018, vol.23, n.3, pp.527-537. ISSN 2175-3563.  http://dx.doi.org/10.1590/1413-82712018230311.

Julgamentos morais fazem parte do cotidiano das pessoas e processos cognitivos são utilizados como base para a formulação de um julgamento moral. Este trabalho tem como objetivo mensurar o efeito covariante da atitude prévia em relação a um tema moral na relação entre a sobrecarga cognitiva e o julgamento de um cenário moral. O Experimento 1 testou a relação direta entre princípios morais (i.e., deontológico e utilitarista) e sobrecarga cognitiva em uma tarefa de julgamento moral. No Experimento 2, foi testada a interferência da atitude prévia em tarefa de julgamento moral. Em ambos os experimentos, a amostra foi composta por estudantes universitário, em sua maioria homens. Os resultados sugerem que a sobrecarga cognitiva induz um julgamento de origem deontológica e que a atitude prévia em relação a um objeto moral interfere significativamente na tarefa de julgamento moral independente do cenário.

Keywords : julgamento moral; atitude prévia; sobrecarga cognitiva.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )