SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.4 issue2Motor development in handedness in the reproduction of the cursive handwritingCognitive styles of psychology college students: impact of scientific initiation author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Psicologia Escolar e Educacional

Print version ISSN 1413-8557

Abstract

LOMONACO, José Fernando Bitencourt et al. Desenvolvimento de conceitos: o paradigma das descobertas. Psicol. Esc. Educ. (Impr.) [online]. 2000, vol.4, n.2, pp. 31-39. ISSN 1413-8557.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-85572000000200004.

Keil investigou se a descoberta de essências internas ou princípios causais subjacentes alterariam as categorizações de crianças sobre conceitos de espécies naturais e artefatos. Esse trabalho replica parte do experimento de Keil (1989), buscando validar seus resultados em nosso meio. Participaram 30 crianças, subdivididas em três grupos de 617, 8/9 e 10/11 anos. Foram narradas a cada criança quatro estórias elaboradas por Keil, previamente traduzidas, duas referentes a espécies naturais e duas a artefatos. Eram relatadas situações em que cientistas "descobriam" que, debaixo dos aspectos superficiais de uma coisa, escondiam-se propriedades definidoras de uma outra coisa. Ao final de cada estória, o experimentador perguntava à criança: "Você acha que são X ou Y?", em que X referia-se à aparência do objeto e Y aos atributos definidores. No tocante a artefatos, os sujeitos não se influenciaram pelos aspectos superficiais, avaliando corretamente a identidade dos artefatos. Todavia, em relação às espécies naturais, somente com o aumento da idade os atributos definidores passaram a ser considerados. Tais achados confirmam os de Keil.

Keywords : Formação de conceitos; Desenvolvimento conceitual; Visão teórica.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese