SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 suppl.2Epidemiology and surveillance of methicillin-resistant staphylococcus aureus in Latin AmericaDiagnosis and susceptibility testing of methicillin-resistant Staphylococcus aureus in Latin America author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Brazilian Journal of Infectious Diseases

Print version ISSN 1413-8670

Abstract

RODRIGUEZ-NORIEGA, Eduardo  and  SEAS, Carlos. Padrão de mudança de clones de Staphylococcus aureus resistentes à  meticilina na América Latina: implicações para a prática clínica na região. Braz J Infect Dis [online]. 2010, vol.14, suppl.2, pp. 87-96. ISSN 1413-8670.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-86702010000800004.

Clones de Staphylococcus aureus resistentes à meticilina (MRSA) pertencentes aos complexos clonais Brasileiro, Pediátrico, Cordobês/Chileno e Nova Iorque/Japão estão amplamente distribuídos pela América Latina, embora seus padrões de distribuição individuais e de resistência a antibióticos estejam constantemente mudando. Ressalte-se ainda que clones com maior virulência estão começando a surgir mais frequentemente, tanto nos hospitais como na comunidade, e há evidência que fatores de virulência podem ser transferidos entre clones nosocomiais e clones associados à comunidade por meio de recombinação. Esses padrões variáveis têm implicações significativas para a prática clínica. Mais importante ainda, os clínicos devem ter ciência do perfil variável de resistência antimicrobiana dos clones de MRSA circulantes na sua região, para que optem pela terapia antimicrobiana empírica mais apropriada. Assim, há necessidade de programas regionais de epidemiologia molecular para que se tenha conhecimento de identificações e caracterizações precisas dos clones de MRSA circulantes.

Keywords : MRSA; clones; epidemiologia molecular; América Latina.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English