SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 issue6Compared study on the effects of mechanical controled ventilation (MCV) with or without the use of positive-end-expiratory-pressure (PEEP) on inter-pleural pressure variation in horse anesthesiaTransferrin and albumin polimorphism and its correlation with sexual maturity in bulls author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science

Print version ISSN 1413-9596

Abstract

ALVAREZ, Rafael Herrera et al. Perfis endócrinos e taxa de ovulação de vacas superovuladas com FSH após imunização passiva contra líquido folicular bovino livre de esteróides. Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. [online]. 1998, vol.35, n.6, pp. 00-00. ISSN 1413-9596.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-95961998000600007.

Dez vacas multíparas, secas, foram distribuídas aleatoriamente em dois grupos de cinco animais cada. Nos dias 8 a 12 do diestro, o primeiro grupo recebeu 100 ml de anti-soro contra líquido folicular livre de esteróides (anti-LFb) produzido em ovelhas ovariectomizadas. O segundo grupo (controle) recebeu 100 ml de soro de ovelhas não-imunizadas. Seis horas após a aplicação, os dois grupos foram superovulados com FSH (18 NIH-FSH-S1 unidades) e LH (0,29 NIH-LH-S1 unidades) administrados em quantidades decrescentes durante quatro dias. Na manhã do terceiro dia, foi administrada uma dose luteolítica de cloprostenol. Duas inseminações foram realizadas 48 e 60 horas após. Os embriões foram recuperados pelo método cervical 7 dias após a primeira inseminação. Amostras de sangue foram coletadas durante todo o período experimental para determinar, por radioimunoensaio, as concentrações plasmáticas de FSH, LH e progesterona. Todas as vacas do grupo imunizado e 3 do grupo controle apresentaram mais de 2 CL. Não existiu diferença significativa (P>0,05) na taxa de ovulação entre os grupos imunizado e controle (14,4 e 9,9, respectivamente). O número de embriões recuperado não foi significativamente diferente (P>0,05) entre os grupos, embora o grupo imunizado tenha apresentado maior número de embriões transferíveis (3,4 ± 1,0 versus 0,8 ± 0,4, P<0,05). As concentrações de gonadotrofinas plasmáticas não foram correlacionadas com a taxa de ovulação ou com o número de embriões recuperados. As concentrações de progesterona plasmática foram positivamente correlacionadas (r = 0,88, P<0,01) com a taxa de ovulação. Os resultados sugerem que o anti-LFb, aplicado antes da superovulação, não reduz a variabilidade da resposta ovariana.

Keywords : Superovulação; Fluido folicular; Imunização passiva; Embriões; Bovinos.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English