SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.35 issue6Transferrin and albumin polimorphism and its correlation with sexual maturity in bullsTreatment of feeds of chickens with organic acids: study of bactericidal efficacy and evaluation of recovery techniques for Salmonella spp author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science

On-line version ISSN 1678-4456

Abstract

PRADA, Flávio; MENDONCA JR., Cássio Xavier de  and  CARCIOFI, Aulus Cavalieri. Concentração de cobre e molibdênio em algumas plantas forrageiras do Estado do Mato Grosso do Sul. Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. [online]. 1998, vol.35, n.6, pp. 00-00. ISSN 1678-4456.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-95961998000600009.

Foi realizado um levantamento sobre as quantidades de cobre e molibdênio contidas em quatro gramíneas - Capim colonião (Panicum maximum), Jaraguá (Hyparrhenia rufa (Ness) Stapf), Pangola (Digitaria decumbens Stent) e Angolinha (Eriochloa polystachya (H.B.K.) Hitchc) - colhidas mensalmente durante um ano, no município de Brasilândia, Mato Grosso do Sul, Brasil. Os valores médios encontrados foram, para o cobre: 4,46 e 3,63 para o capim Colonião, 4,13 e 3,50 para o Jaraguá, 5,21 e 3,65 para o Pangola e 5,10 e 4,09 para o Angolinha, respectivamente na época das "águas" e das "secas". Para o molibdênio, os valores médios encontrados foram de 14,43 e 12,65 para o Colonião, 13,03 e 13,83 para o Jaraguá, 12,33 e 13,20 para o Pangola e 12,45 e 12,88 para o Angolinha, respectivamente nas épocas das "águas" e das "secas". Não houve diferenças consideradas significativas entre capins tanto para o cobre como para o molibdênio, no período de 12 meses de colheita.

Keywords : Cobre; Molibdênio; Forragens.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese (pdf) Portuguese (epdf)