SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.37 issue2Parameters to evaluate ovine frozen semen for laparoscopic inseminationNatural Trichostrongyloidea Cram, 1927 infections in deer (Mammalia: Cervidae) from the States of Mato Grosso do Sul and São Paulo author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Brazilian Journal of Veterinary Research and Animal Science

Print version ISSN 1413-9596

Abstract

MENDES, Luiz Cláudio Nogueira et al. Peritonite experimental em eqüinos. Aspectos hematológicos e bioquímicos. Braz. J. Vet. Res. Anim. Sci. [online]. 2000, vol.37, n.2, pp. 00-00. ISSN 1413-9596.  http://dx.doi.org/10.1590/S1413-95962000000200011.

Dezesseis eqüinos adultos foram distribuídos aleatoriamente em 4 grupos (GI, GII, GIII e GIV) constituídos por quatro animais, recebendo cada grupo o seguinte inóculo por via intraperitoneal: GI (100 X 107 unidades formadoras de colônia (UFC) de Escherichia coli diluídos em 500 ml de solução salina 0,9% estéril); GII (100 X 107 UFC de Bacteroides fragilis diluídos em 500 ml de solução salina 0,9% estéril); GIII (100 X 107 UFC de Escherichia coli associados a 100 X 107 UFC de Bacteroides fragilis diluídos em 500 ml de solução salina 0,9% estéril); GIV (testemunho - 500 ml de solução salina 0,9% estéril). Leucopenia ocorreu em todos os animais inoculados com bactérias, nas primeiras seis horas após as inoculações. Posteriormente a este período, verificou-se em alguns eqüinos inoculados leucocitose. Os eqüinos inoculados com culturas puras de E. coli ou B. fragilis apresentaram peritonites brandas e autolimitantes, enquanto os inoculados com a associação destas bactérias, apresentaram alterações laboratoriais de maior intensidade e duração.

Keywords : Peritonite; Eqüinos; Escherichia coli; Bacteroides fragilis.

        · abstract in English     · text in English