SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue40Reproductive hierarchies: motherhood and inequalities in women's exercising of human rightsTeachers' social representations of abusive use of alcohol and other drugs during adolescence: repercussions on preventive actions in schools author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Interface - Comunicação, Saúde, Educação

Print version ISSN 1414-3283

Abstract

LOPEZ, Laura Cecilia. O conceito de racismo institucional: aplicações no campo da saúde. Interface (Botucatu) [online]. 2012, vol.16, n.40, pp. 121-134.  Epub Mar 20, 2012. ISSN 1414-3283.  http://dx.doi.org/10.1590/S1414-32832012005000004.

O artigo propõe-se a refletir sobre o conceito de racismo institucional, em relação a sua pertinência para pensar a realidade social brasileira, assim como ao seu vínculo com ações, demandas e disputas do movimento negro contemporâneo frente ao poder público. O racismo institucional atua de forma difusa no funcionamento cotidiano de instituições e organizações, provocando uma desigualdade na distribuição de serviços, benefícios e oportunidades aos diferentes segmentos da população do ponto de vista racial. Aponta-se que, para sua desconstrução, é preciso a implementação de políticas públicas que provoquem um processo de desrracialização, assim como gerar reflexões acadêmicas de como operam esses mecanismos. Na área da saúde, eles podem ser analisados como dispositivos de biopoder, na medida em que gerenciam a vida da população sob um olhar racial. Demanda-se a necessidade de realização de pesquisas qualitativas de abordagem etnográfica que reflitam sobre como operam esses dispositivos no cotidiano das instituições.

Keywords : Racismo; Movimento negro; Políticas públicas; Biopoder; Saúde.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese