SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue41Body, sexual violence, vulnerability and liberation education in the film “Precious: based on the novel ‘push’ by sapphire”Therapeutic itineraries: paths crossed in the search for care author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Interface - Comunicação, Saúde, Educação

Print version ISSN 1414-3283

Abstract

LIMA, Mônica; JUCA, Vládia Jamile dos Santos; NUNES, Mônica de Oliveira  and  OTTONI, Vitória Eugênia. Signos, significados e práticas de manejo da crise em Centros de Atenção Psicossocial. Interface (Botucatu) [online]. 2012, vol.16, n.41, pp. 423-434. ISSN 1414-3283.  http://dx.doi.org/10.1590/S1414-32832012000200011.

Neste artigo discutimos significados atribuídos pelos familiares e profissionais às situações de crise em saúde mental e suas relações com as tecnologias empregadas no cuidado de usuários de CAPS na Bahia e em Sergipe. Inspiramo-nos no modelo teórico-metodológico de Sistema de signos, significados e práticas, utilizando técnicas qualitativas de pesquisa. Organizamos os dados em duas categorias: os signos e significados de crise; as estratégias e as dificuldades no seu cuidado. Observamos que não há muita diferença entre as concepções de profissionais e familiares acerca da crise e que os significados negativos suplantam os positivos, evocando os conceitos de sujeição à doença, incapacidade de interação social racional e periculosidade do doente. Dois aspectos são importantes no manejo da crise: sua imprevisibilidade e sua inscrição na história da pessoa. Para contornar as dificuldades nesse manejo, é necessário investir nas tecnologias leve-duras e leves, pautadas em vínculos duradouros e na intensificação de cuidados.

Keywords : Crise; Tecnologia de cuidado; Saúde mental; CAPS; Sistema de signos, significados e práticas.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese