SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue42Gender and healthcare work: a critical view of community health agents' workLimitations of the hegemonic scientific paradigm for dealing with mental distress at primary healthcare units author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Article

Indicators

Related links

  • On index processCited by Google
  • Have no similar articlesSimilars in SciELO
  • On index processSimilars in Google

Share


Interface - Comunicação, Saúde, Educação

Print version ISSN 1414-3283

Abstract

BALLARIN, Maria Luisa Gazabim Simões; BLANES, Lara de Sousa  and  FERIGATO, Sabrina Helena. Apoio matricial: um estudo sobre a perspectiva de profissionais da saúde mental. Interface (Botucatu) [online]. 2012, vol.16, n.42, pp. 767-778. ISSN 1414-3283.  http://dx.doi.org/10.1590/S1414-32832012000300014.

O apoio matricial constitui parte dos novos arranjos organizacionais e metodologia para a gestão do trabalho em saúde, objetivando a integração dialógica entre distintas especialidades e níveis de atenção. Este trabalho analisa o apoio matricial sob a ótica de profissionais que atuam na saúde mental em diferentes serviços do município de Campinas, SP, Brasil. Trata-se de estudo qualitativo, envolvendo entrevistas junto a profissionais de diferentes especialidades. Os dados obtidos foram tratados com base na metodologia da análise do discurso. Os resultados evidenciam que a proposição do apoio matricial não foi incorporada com clareza por todos os profissionais, mas viabilizou: a troca de conhecimentos, interdisciplinaridade, construção de estratégias de intervenção e corresponsabilização no campo da clínica. O êxito desses novos arranjos organizacionais exige articulação e trabalho coletivo de todos os atores que buscam a integralidade da atenção.

Keywords : Saúde mental; Gestão em saúde; Apoio matricial.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguesepdf in Portuguese