SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número48Qualidade de vida dos surdos que se comunicam pela língua de sinais: revisão integrativaContribuições da medicina antroposófica à integralidade na educação médica: uma aproximação hermenêutica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Interface - Comunicação, Saúde, Educação

versão On-line ISSN 1807-5762

Resumo

SILVEIRA, Rodrigo Pinheiro; STELET, Bruno Pereira  e  PINHEIRO, Roseni. Crise na educação médica? Um ensaio sobre o referencial arendtiano. Interface (Botucatu) [online]. 2014, vol.18, n.48, pp.115-126. ISSN 1807-5762.  https://doi.org/10.1590/1807-57622013.0010.

Trata-se de um ensaio que contribui para o contexto de transformações na educação médica no Brasil à luz do pensamento da filósofa política Hannah Arendt. A autora faz uma leitura crítica da modernidade, apontando seu contexto de crise e quanto esta se reflete em áreas como as da educação e da política. Partindo das reflexões sobre a crise na educação, a ruptura com a tradição e a perda da autoridade, trazemos seu pensamento para uma análise sobre a prática médica e sua formação, pautadas, sobretudo, pelo modelo biomédico e outras manifestações do mundo moderno. Por fim, ressaltamos a necessidade de se trabalhar, na educação médica, com categorias como responsabilidade, julgamento e pensamento reflexivo, que foram objetos de análise da autora, já na fase final de sua vida.

Palavras-chave : Educação médica; Política; História moderna 1601.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )