SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número48Crise na educação médica? Um ensaio sobre o referencial arendtianoHumanidades e humanização em saúde: a literatura como elemento humanizador para graduandos da área da saúde índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Interface - Comunicação, Saúde, Educação

versão On-line ISSN 1807-5762

Resumo

WENCESLAU, Leandro David; ROHR, Ferdinand  e  TESSER, Charles Dalcanale. Contribuições da medicina antroposófica à integralidade na educação médica: uma aproximação hermenêutica. Interface (Botucatu) [online]. 2014, vol.18, n.48, pp.127-138. ISSN 1807-5762.  http://dx.doi.org/10.1590/1807-57622014.0745.

O objetivo deste trabalho é apontar possíveis contribuições da obra do fundador da medicina antroposófica, Rudolf Steiner, à integralidade na educação médica. Trata-se de um estudo hermenêutico, como apontado por Gadamer, dos cursos e das palestras dados por Steiner sobre medicina. São apresentadas quatro proposições, síntese do seu pensamento: (1) uma crítica ao modelo de ciência materialista que pode ser ampliada a partir de uma fenomenologia goetheana; (2) a trimembração e quadrimembração antroposóficas como chaves interpretativas do processo saúde-adoecimento; (3) a integração entre ser humano e natureza como fundamento de pesquisa de novos tratamentos; e (4) o vínculo entre desenvolvimento moral e formação técnica-científica na educação médica. Os limites e as potencialidades destas proposições são analisados na perspectiva da viabilidade de uma pluralidade epistemológica nos conhecimentos e práticas em medicina.

Palavras-chave : Educação médica; Integralidade; Hermenêutica; Steiner; Antroposofia.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )