SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número51Direitos na loucura: o que dizem usuários e gestores dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS)A promoção da saúde de crianças em espaço hospitalar: refletindo sobre a prática fisioterapêutica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Interface - Comunicação, Saúde, Educação

versão On-line ISSN 1807-5762

Resumo

ESTEVES, Carla Hiolanda; ANTUNES, Conceição  e  CAIRES, Susana. Humanização em contexto pediátrico: o papel dos palhaços na melhoria do ambiente vivido pela criança hospitalizada. Interface (Botucatu) [online]. 2014, vol.18, n.51, pp.697-708.  Epub 30-Set-2014. ISSN 1807-5762.  https://doi.org/10.1590/1807-57622013.0536.

Valorizando a importância dos aspetos psicossociais da internação pediátrica, e procurando a criança “por detrás” do corpo doente, vários hospitais têm investido na humanização de espaços, rotinas e atmosfera, procurando promover ambientes acolhedores e atenuantes das experiências negativas vividas pela criança (e família) durante a internação. A par de uma tentativa de sistematização de alguns dos esforços realizados até a data em nível da definição do conceito de “humanização” – nomeadamente em contexto pediátrico –, reflete-se acerca das potencialidades de alguns programas existentes nesse contexto, nomeadamente aqueles que aliam a arte, a recreação, o lazer e o humor como meios privilegiados de comunicação e expressão. Entre estes, destaca-se a intervenção dos palhaços de hospital, como promotora da livre expressão da criança, da sua autonomia, criatividade, exploração e conhecimento do mundo e consequente desenvolvimento psicossocial.

Palavras-chave : Pediatria; Humanização; Palhaços de hospital.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )