SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 suppl.2Desafios e perspectivas da Educação Popular em Saúde na constituição da práxis do Agente Comunitário de SaúdeMetodologias ativas de ensino-aprendizagem e educação popular: encontros e desencontros no contexto da formação dos profissionais de saúde índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Interface - Comunicação, Saúde, Educação

versão impressa ISSN 1414-3283versão On-line ISSN 1807-5762

Resumo

TEIXEIRA, Iraí Maria de Campos  e  OLIVEIRA, Maria Waldenez de. Práticas de cuidado à saúde de mulheres camponesas. Interface (Botucatu) [online]. 2014, vol.18, suppl.2, pp.1341-1353. ISSN 1807-5762.  https://doi.org/10.1590/1807-57622013.0476.

O presente artigo apresenta resultados de pesquisa acerca de práticas de cuidado à saúde de mulheres camponesas do Assentamento Monte Alegre VI – SP. A metodologia, qualitativa, constou de observação participante, entrevistas individuais e coletivas, tendo ocorrido 15 visitas no período de abril de 2010 a julho de 2011. Participaram doze moradoras, das quais, seis agentes comunitárias de saúde. As práticas de cuidado à saúde referem-se a: companheirismo, diálogo, escuta ativa, mobilizações sociais, assistência multiprofissional dos serviços de saúde, uso de plantas medicinais, crença religiosa como apoio social e dietas. Tais práticas somam-se e articulam-se. As participantes ensinam e aprendem sobre o cuidado à saúde nas relações entre elas, nas intergeracionais e nas com os profissionais de saúde, além de recorrerem a outras fontes de informação e outros processos formativos específicos, como do Programa Saúde da Família.

Palavras-chave : Educação popular e saúde; Cuidado à saúde; Saúde da população rural; Práticas populares de saúde; Processos educativos.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )