SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número64A judicialização da Saúde na percepção de médicos prescritoresFronteiras da formação em saúde: notas sobre a potência da vulnerabilidade índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Interface - Comunicação, Saúde, Educação

versão impressa ISSN 1414-3283versão On-line ISSN 1807-5762

Resumo

SEVALHO, Gil. O conceito de vulnerabilidade e a educação em saúde fundamentada em Paulo Freire. Interface (Botucatu) [online]. 2018, vol.22, n.64, pp.177-188.  Epub 18-Maio-2017. ISSN 1807-5762.  https://doi.org/10.1590/1807-57622016.0822.

Discute-se a aplicação interdisciplinar de conceitos ao campo da Saúde Coletiva, e explora-se a relação do conceito de vulnerabilidade, em sua dimensão social, com a Educação em Saúde, na perspectiva da fundamentação elaborada por Paulo Freire. No desenvolvimento da Saúde Coletiva, marcado pela complexidade do jogo político, perde-se a radicalidade crítica e afloram propósitos neoliberais de conceitos afeitos à participação popular, como os de promoção da saúde e empoderamento. Vulnerabilidade remete ao sentido de fragilidade e é termo presente em diferentes campos temáticos, particularmente naquele dos Direitos Humanos. Não é conceito especialmente trabalhado por Freire, embora suas representações na Saúde Coletiva permitam pensá-lo juntamente com autonomia e dependência no contexto das relações de opressão social que constituem enfoque central na reflexão freireana, e com este sentido deve se fazer presente na Educação Popular em Saúde.

Palavras-chave : Vulnerabilidade; Epistemologia; Saúde coletiva e epidemiologia; Paulo Freire; Educação popular em saúde.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )