SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 suppl.1Síndrome de Burnout e fatores associados em profissionais da Estratégia Saúde da FamíliaAmpliando o acesso: o Acolhimento por Equipe como estratégia de gestão da demanda na Atenção Primária à Saúde (APS) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Interface - Comunicação, Saúde, Educação

versão impressa ISSN 1414-3283versão On-line ISSN 1807-5762

Resumo

MARANHAO, Roberto Ribeiro et al. Como se relacionam o escopo de práticas profissionais, a formação e a titulação de médicos de Família e Comunidade?. Interface (Botucatu) [online]. 2020, vol.24, suppl.1, e190640.  Epub 28-Set-2020. ISSN 1807-5762.  https://doi.org/10.1590/interface.190640.

O objetivo desta pesquisa foi analisar o escopo de prática dos médicos atuantes na Estratégia Saúde da Família (ESF) em Fortaleza-Ceará e suas relações com a formação e titulação em Medicina de Família e Comunidade (MFC). Foi realizado um estudo transversal de abril a novembro de 2018, aplicando-se formulário semiestruturado para 263 médicos, contendo 38 atribuições entre ações, atividades e procedimentos da Medicina. Destacou-se uma maior abrangência dos escopos entre médicos com formação no exterior e com formação específica em MFC, sendo a dupla qualificação da residência médica com a titulação fator de maior impacto. Os médicos declaram saber fazer um número de atividades, ações e procedimentos superior ao que de fato realizam.

Palavras-chave : Escopo de prática; Estratégia Saúde da Família; Recursos humanos; Atenção Primária à Saúde; Medicina de Família e Comunidade.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )