SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 número2Atitudes dos trabalhadores de saúde mental em relação aos pacientes psiquiátricos em uma cidade do interior do Estado do Rio de JaneiroPrevalência e fatores associados a comportamentos de risco à saúde em universitários no norte de Minas Gerais índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Cadernos Saúde Coletiva

versão impressa ISSN 1414-462Xversão On-line ISSN 2358-291X

Resumo

BELGA, Stephanie Marques Moura Franco; SILVA, Kênia Lara  e  SENA, Roseni Rosângela de. Concepções de programas de prevenção à violência e promoção da cultura de paz. Cad. saúde colet. [online]. 2017, vol.25, n.2, pp.177-182.  Epub 10-Jul-2017. ISSN 1414-462X.  http://dx.doi.org/10.1590/1414-462x201700020215.

Introdução

Este artigo propõe-se analisar programas de prevenção à violência com o objetivo de identificar as concepções que orientam o desenvolvimento desses programas e a relação com a promoção da cultura de paz.

Método

Trata-se de um estudo de abordagem qualitativa aportada no referencial teórico-metodológico da análise de discurso crítica. Foram considerados para análise documentos online referentes a sete programas de prevenção da violência e promoção da cultura de paz desenvolvidos em Belo Horizonte - Minas Gerais.

Resultados

A análise permitiu identificar uma cadeia de expressões nos objetivos dos programas que revelam aspectos ideológicos das políticas públicas cuja finalidade é a redução de incidências de eventos relacionados à violência. O discurso de promover uma cultura como mudança de paradigma e a fruição entre as pessoas aparece em alguns programas, no qual o fortalecimento de uma cultura de respeito aos direitos humanos e à cidadania está presente nas propostas. Em relação ao público-alvo dos programas, nota-se a focalização em segmentos caracterizados por faixas etárias mais jovens, com menor escolaridade.

Conclusão

Embora haja uma relevância na implementação de programas de prevenção, ainda persistem desafios que lhes são subjacentes aos aspectos ideológicos, políticos e práticos para construir a perspectiva da cultura de paz.

Palavras-chave : promoção da saúde; violência e políticas públicas.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf epdf )