SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número4O QUE FICA, O QUE FLUI E O QUE FALA: LUGARES IDENTITÁRIOS NO AMBIENTE URBANOÁREAS PROTEGIDAS MARINHO-COSTEIRAS DE SANTA CATARINA SOB A PERSPECTIVA DAS POPULAÇÕES LOCAIS: CONTRIBUIÇÕES DA LITERATURA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ambiente & Sociedade

versão impressa ISSN 1414-753Xversão On-line ISSN 1809-4422

Resumo

ROBLES, SILVIA LIZETTE RAMOS DE; CHAVEZ, MARÍA GUADALUPE GARIBAY  e  BALLESTEROS, ARTURO CURIEL. EL CAMPO DE LA SALUD AMBIENTAL: UNA OPORTUNIDAD PARA ALCANZAR LAS METAS DE LA EDUCACIÓN CIENTÍFICA. Ambient. soc. [online]. 2015, vol.18, n.4, pp.75-96. ISSN 1414-753X.  http://dx.doi.org/10.1590/1809-4422ASOC944V1842015.

Este artigo destaca a importância da conexão entre saúde ambiental e alfabetização científica. Através de uma abordagem histórica se descrevem as contribuições da saúde ambiental para a educação científica e se analisa um caso contemporâneo: a poluição do ar e a saúde humana em áreas urbanas. Reconhecemos a importância de se aprender sobre a exposição diária à poluição do ar nos grandes centros urbanos e sobre seus efeitos na saúde humana, quando se deteriora a qualidade do ar. Isso permite estabelecer o ar como um indicador da saúde ambiental e um ponto de referência para ser incluído na alfabetização para que as pessoas possam ser capazes de tomar decisões responsáveis para seu bem-estar e para o bem-estar das comunidades.

Palavras-chave : alfabetização científica; saúde ambiental; poluição do ar; cidadania.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol | Inglês     · Inglês ( pdf epdf ) | Espanhol ( pdf epdf )